PAI NOSSO,

Normalmente as pessoas tentam terminar um texto com chave de ouro. Jesus iniciou esta oração com chave de ouro. Fiquei imaginando naquela época, onde nem o próprio nome de Deus era mencionado. Jesus chama o Deus Criador de Pai e ainda o compartilha conosco. Ele quebrou padrões, quebrou tradições e inaugura a era da graça. Ele poderia iniciar: Senhor Deus dos Céus e da Terra! se quisesse continuar com o antigo esquema... ou Criador Nosso, caso não quisesse compartilhar o Deus Pai conosco. Mas Jesus foi na intimidade e deixou fluir em seu coração de filho o elo que  tinha com o  Pai.  Ele profetizava que iria morrer pela humanidade para nos garantir a condição de filhos. Só para finalizar... Nesta oração de compartilhamento, de ensino, Jesus inicia com PAI NOSSO. Lá no Getsêmani, onde proferiu uma oração de dor, de entrega, de sacrifício ele inicia como MEU PAI (Mat. 26:39). Ele não quis dividir conosco sua  dor, seu sacrifício, mas compartilhar com a humanidade a SALVAÇÃO.


QUE ESTÁS NOS CÉUS!

Céus. Plural. Onde fica? Minha mente é limitada, não consegue dimensionar. Dia desses, recebi essas imagens. É tipo uma proporção com relação ao tamanho dos planetas, estrelas, etc... Vai vendo aí embaixo... A gente se vê depois das figuras (rsrsrs)

 

Se nesta última escala, o Planeta Terra está invisível. Imagine eu? Shakespeare já dizia: "Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, do que sonha sua filosofia." Agora você já imaginou o tamanho e o poder de Deus? Lá em Gênesis, Ele foi criando tudo, nessas proporções e ainda o escritor numa única frase diz (fez também as estrelas). A nossa mente não consegue entender a dimensão da criação. Pior que tem gente que não acredita em Deus (oh tristeza). Tem coisas que não dá para explicar, porque a nossa limitação não permite, olha o nosso tamanho? Percebeu? Mas existe algo chamado fé, que move montanhas. E é essa fé que Jesus tenta compartilhar nessa rica oração, porque o Pai Nosso, que está nos céus, que deve ser grande demais, nos ouve e nos adota. Vai se entender? É pura fé! Fé de criança.


SANTIFICADO SEJA O TEU NOME.

Quando a gente tem relacionamento com uma pessoa, sabemos direitinho as suas características. Sabemos do que ela gosta e  do que ela não gosta. E se a gente ama esta pessoa, a gente faz questão de tentar dar o melhor de nós para que ela fique feliz... Eu lembro-me, que certa vez, enquanto orava, perguntei ao Pai: O que eu posso fazer para te deixar feliz? E o Pai me respondeu: Aprenda com a oração que o Filho ensinou. E aprendi que o meu Pai é Santo.  Tem gente que pensa assim: Ele é Santo, é separado. Ele láaaaa longe no céu e eu aqui na terra. Ele tão Santo e eu tão pecador!  É um pensamento tão errado, né? Deus é Santo, isto é uma característica Dele, mas Ele também nos santifica por causa do sacrifício de Jesus então não é mais desculpa para ficarmos nos sujando com o pecado. É bem verdade que o pecado nos afasta de Deus, mas existe o sangue de Jesus que nos purifica de todo o pecado e nos aproxima de Deus. Precisa de sacrifício nosso? Nenhunzinho! Apenas um grãozinho de fé do tamanho de uma mostarda crendo e aceitando a obra de Jesus naquela cruz. Ah... só mais uma coisinha para se pensar:  O nome de Deus é santificado... não é pra ficar usando-o futilmente, sem revelação, sem o valor, tipo assim: "Ai! Meu Deus do Céu!" Acho que ninguém gostaria de ver seu nome sendo citado sem revelação, mas ele deve ser proferido por um filho que ama a seu Pai e sabe muito bem quem Ele é, pois o Pai quer ter um relacionamento gostoso com o seu filho.


VENHA O TEU REINO;

Faz um tempo que não escrevo. Estou devendo essa meditação para o meu site Linolica PMG. Já escrevi muita coisa sobre esse tema, mas sempre ficou engavetada em um rascunho qualquer. Hoje, acordei pensando no reino, devido fortes cenas de violência que assisti ontem. Uma, diante dos meus pés, por causa de uma família desestruturada e outra na TV, que é a maior propagadora de cenas de violência. O repórter dizia que candidatos políticos prometiam acabar com a violência melhorando a eficácia da polícia, combatendo o tráfico de drogas e blá, blá, blá. É burrice! Desculpe o termo tosco, mas não agüento mais tanta burrice e as pessoas aceitando tudo e aplaudindo de pé.

Jesus! Ai... como eu amo meu Jesus. Ele é a pessoa mais inteligente do mundo e nos instiga a pensar. Ele deixa ao mundo a oração do pai nosso, que quase todo mundo aprendeu a repetir, mas poucos aprenderam a meditar nela. Logo no comecinho diz: “Venha o teu reino”. Dá até a impressão que é algo urgente, algo prioritário. As pessoas ao lerem, ou pronunciarem, logo imaginam o céu, ou algo imenso, espiritual, transcendental. Só que alguém perguntou pra Jesus dar uma descrição do  reino de Deus, e ele no seu bom humor diz que é como uma semente de mostarda. A menorzinha, mas que vira uma árvore e abençoa a todos (vê lá em Lucas 13:18). Então se conclui que é algo pequeno – sêmen, semente, coração, no gerar um filho, numa família, que se estende pra vila, pra cidade, pro estado, pro país, pro Planeta Terra.

Venha o teu reino é investir na minha vida, contagiar minha casa e por aí afora. Pra isso Jesus veio ao mundo para dar-nos salvação, a começar por mim. É claro, você vai dizer que estou sendo utópica, mas foi esse princípio que Ele veio nos ensinar. Isso é reino.  Nesses dias, tenho rascunhado uma historinha fictícia de alguém que tinha uma roupa original com o elemento A (amor), mas ele resolve trocar a roupa por outra que tem o elemento E (ego) (essa é  pro site linolica kids – aguarde!!!). O que quero mostrar nessa historinha, que a roupinha do elemento E tem sido mais usada que a do elemento A. É o meu sucesso, minha felicidade, minha religião, meu trabalho, minha ideologia, meu poder, tudo meu, esquecendo que em família deveria ser nosso sucesso, nossa felicidade, nossa religião, nosso trabalho, nossa ideologia, – existe uma diferença entre meu e nosso, né. É aí que entra o elemento amor, que é a aceitação, o envolvimento, o compartilhamento. Falo isso com muita propriedade, pois sou professora, tenha irmãs professora  e o maior problema dos nossos alunos problemas, está na estrutura de suas casas, pais se separando, brigando, etc. É um caos na vida desses meninos. Eu diria que 90 % (eu estou chutando 90% modestamente, mas penso que seja 100%) dos problemas de crianças e adolescentes desestruturados sabe de onde vem???? De casa bagunçada (isso inclui: pais ausentes, ausência na educação, violência, pedofilia, vícios, brigas, divórcios, e tantas outras coisas) Captou???? E nós, educadores, sabemos disso, daí chamamos psicólogos, psicopedagogos, etc para ajudar. É claro que eles ajudam apagar o fogo, mas ficam focos de incêndio que vai se propagando. É como chamar o exército para sanar o problema da violência. Jesus diz: VENHA O TEU REINO. O reino de Deus é um reino de amor e esse reino precisa ser implantado nas famílias, para que a educação prospere, a sociedade sare e o mundo seja impregnado de homens e mulheres íntegros. Parece utopia, mas então porque Jesus nos deixou essa oração do Pai nosso? Penso que esse seja o  sonho de Deus que é amor, pois Jesus pagou um alto preço para morrer por nós para que implantássemos um reino de amor e perdão.    

Pastor Anésio da Comunidade Carisma, percebendo essa urgência, tem pregado nesses tempos sobre relacionamentos na família,  finanças no lar, o amor, sempre contextualizando a palavra de Deus para os nossos dias e sabe o que aconteceu, famílias tem sido curadas, lares tem sido consertado, mas ele tem recebido também duras críticas de ”pessoas maduras na fé” de que sua pregação deveria ser mais consistente, ou sei lá o que.  Faço menção a esse homem porque ele tem enxergado o reino de Deus e restaurado verdades simples  que ficaram perdidas no decorrer dos tempos modernos. Se um dia quiser visitar a comunidade carisma ou ouvir as pregações entre nesse site www.comunidadecarisma.net, que tem endereço, e etc. Eu me debulhei de chorar com a do dia 14/09/2008 – o pai de Jesus.

Puxa... Escrevi demais, tento economizar palavras, porque as pessoas não têm tempo nem paciência para ler longos textos, mas enfim, Venha o teu Reino começa com uma sementinha de amor que eu planto, na minha vida, que reflete na vida dos meus filhos, que eu os presenteio com a minha presença, com envolvimento, com amor, com brincadeiras, com o traduzir de sua linguagem em cada fase de suas vidas, que reflete na vida marido, que me presenteia com o seu amor, que sempre diz que eu os meninos somos seu tesouro, que respeita meu jeito de ser e eu respeito o jeito dele ser, porque somos diferentes, mas nos unimos em família e por vai por ai afora. Jesus!!!!! Que venha o teu reino em cada coração!!!!!!!!!!


SEJA FEITA A TUA VONTADE, ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU;

 

Não me recordo bem o ano, mas acho que foi em 1986. Eu ainda era solteira, tinha acabado de me converter e ainda estava na faculdade. Isso tomava todo o meu tempo, pois trabalhava e estudava.  Tinha pouquinho tempo para ler a Bíblia, orar e ouvir o Espírito Santo, mas procurava sempre que possível, participar das atividades promovidas na igreja. Recordo de um encontro de mulheres que teve na igreja  e culminava com um  concurso de culinária. Nunca  vou esquecer. Precisava levar um prato e não sabia o que fazer. Decidi fazer um bolo de maionese. É tipo aqueles que vai pão de forma com recheio de salada de maionese. É prático e gostoso. Mas... nem a salada de maionese eu sabia preparar. Então, enquanto eu preparava orava assim no meu Espírito: - Querido Jesus! Faz de conta que eu to cozinhando aí no céu.   Me dá uma forcinha. E a cada item que colocava, uma nova oração perguntando como deveria preparar, cortar, ou um comentário do tipo se Jesus gostava ou não. Mas sempre de forma   descontraída. Foi uma experiência bem marcante. Enfim... Levei o prato pro concurso. Chegando lá tinha dezenas de pratos preparados por senhoras com anos e anos de fogão. Lindíssimos e deliciosos. Para minha surpresa, o meu foi escolhido. E todos que experimentavam diziam que estava divino. Realmente estava divino. Tive a convicção que tive uma ajuda especial. Brincadeiras do pai, né? E euzinha... ganhei o concurso e fiquei imensamente feliz, não pelo prêmio que foi uma blusa de crochê que nunca usei, mas pela situação em si. A forte presença de Jesus comigo.

Enquanto tomava café pela manhã, este episódio me veio em mente, enquanto meditava no versículo: Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.

A vontade de Deus é nos apoiar, nos ajudar. É boa, perfeita e agradável. É tornar o nosso momento na terra tão bom como no céu.  Eu penso que Deus vibra quando seus filhos conseguem uma vitória. Eu sei disso, porque sou mãe e eu oro e torço para que meus filhos se dêem bem na vida e acertem o alvo. Mas... não depende só de mim... Depende da escolha deles. O máximo que posso fazer é apoiar.

Penso que seja feita a sua vontade, assim na terra como no céu. Se resume nessa expressão:

É  deixar ser guiado pelo Espírito Santo de Deus.

 


 

voltar à página inicial  

voltar ao índice (pais & filhos)