Ensina o menino no caminho em que deve navegar

 

Nesse mês de agosto, discutimos com os alunos do 1º ao 9º ano sobre o Uso Responsável da Internet. A cada semana, trouxe uma história em quadrinhos onde os temas foram: Adicionando Desconhecidos, Cyberbullying, exagero na internet, clicando em links suspeitos, Cuidados com as Redes Sociais.

Pensei em escrever uma cartilha para os pais, mas percebi que tem materiais muito bons  disponibilizados na internet, então vou apenas compartilhar um pouco do meu trabalho aqui no Instituto Ebenézer e também sugerir algumas dicas.

 

1)      A senha  é amor

Aqui no laboratório de informática, desde o primeiro ano, os alunos ao se depararem com o computador têm que digitar a senha do usuário. Ela é amor. Eu simplesmente nem precisaria adotar senha, pois facilitaria o meu trabalho. Mas propositalmente adotei essa senha há mais de 5 anos. Para muitos, é a primeira palavra que digitam em um computador. Ela sempre está escrita no quadro negro. No começo eles a copiam e depois decoram.  Meu desejo é que esses meninos utilizem a senha amor no decorrer da sua vida e que esteja enraizada nos seus corações essa palavra. O ensino  começa aí, pois vou lhes transmitindo conceito de respeito ao próximo e  ética, enfim tudo o que formos fazer, façamos com zelo e amor, até mesmo no uso do computador. E que o amor seja a senha das nossas vidas.

 

2)      Navegar em águas puras

Esse jargão eu utilizo desde que eu comecei a dar aulas de informática. Daí pergunto para meus alunos o que é navegar em águas puras e eles logo respondem: não entrar em sites com palavrões, nudismo, violentos demais.

Inventei uma ilustração que compartilho com eles: Imagine você fazendo um sanduíche e põe um presunto de tão velho que está esverdeado, a alface está cheia de bichinhos, a maionese vencida há um ano. O que acontece quando como esse lanche? Vai fazer muito mal, né? A mesma coisa acontece quando começo a navegar constantemente em águas sujas, vai fazer mal para a minha vida, para a minha alma. Por isso, vamos nos alimentar com o que é bom e procurar sites saudáveis  para navegar e alimentar-nos com coisas que nos fazem bem.

 

3)      Estrutura das aulas de informática.

Os 50 minutos da aula de informática estão divididos em 3 partes:

1 – Explicação de como o aluno irá fazer a atividade.  Para os menores: uma figura no paint, montar uma história em quadrinhos com a turma da Monica, um pequeno texto para digitar, atividades online específicas como site do Ecokids, tangram, tabuada e outros jogos educativos.  Para os maiores: comandos no Word, Excell, Power Point, Movie Maker, atrelado a um tema específico educativo e periodicamente um jogo de desafio. 

2 – Execução da atividade no computador pelo aluno. Nesse momento eu vou dirimindo as dúvidas e circulando pela sala. Ao término, o aluno apresenta individualmente sua atividade, eu a avalio, dando-lhe dicas ou elogiando o seu trabalho.

3 – Momento livre.  Uma vez que o aluno já fez a atividade e já a apresentou para mim, ele está livre para entrar  no site de sua preferência. É claro que estou sempre os observando  e orientando para navegarem em “águas puras”. Na verdade, todos se auto-policiam aqui e qualquer coisa incomum, logo um vem me contar.  O aprendizado também ocorre nesse momento, pois existe um compartilhar mútuo de informações entre eles.  

 

4)      Ainda sobre MSN, Orkut, chats, youtube

Vários alunos, principalmente os menores, já me pediram para eu lhes ensinar a criar Orkut, msn. Minha resposta é única: Essas coisas vocês nunca devem criar sozinhos, pois os  seus pais tem que dar o consentimento, inclusive as senhas os seus pais devem saber. Particularmente  sinto-me desconfortável em ver uma criança do fundamental I  entrando em Orkut, no momento livre. Meu desejo é que no seu momento livre ele estivesse no site da Barbie, ojogos, ou outro, mas  percebo que alguns perderam o desejo pelo lúdico, então preferem entrar no msn, youtube ou Orkut. Já adolescentes, é um pouco diferente. Eles amam ficar teclando no msn ou mexendo no Orkut. No momento livre deles, sinto mais segura com eles nessas ferramentas do que em determinados sites. A minha orientação é mais intensificada sobre navegar em águas puras e circulo a sala durante a aula inteira. Enfim, aqui na informática eu não os proíbo, apenas os oriento quanto aos cuidados a serem tomados como:

Nunca ter nenhum estranho em sua lista de amigos

Nunca expor dados pessoais seus e de seus familiares

Não clicar em links suspeitos de Orkut / msn para não pegar vírus

Clicar em sair (ou fazer logout) e nunca no “x” para evitar ficar logado e ser hackeado

As salas de chat aqui na informática, mesmo no momento livre são proibidas, uma vez que sempre oriento quanto aos perigos de conversar com desconhecidos e também o excesso de palavrões.

 

5)       A internet é como um espelho

 

Eu sempre digo que a internet é como um espelho e reflete um pouco do nosso caráter.   Nossos meninos são tenros e o caráter deles está sendo formado e nada melhor que a companhia dos pais para isso. A Bíblia diz: Ensina o menino no caminho em que deve andar. É papel dos pais ensinar esses meninos. Ensino é muito que palavras, mas  atitudes. É o caminhar junto. É ser exemplo.  Na internet não é diferente. Navegue junto com seu filho. Faça parte da rede de relacionamento social dele. Brinque com ele. O lúdico estreita laços.  Até hoje, eu ainda brinco com meus filhos adolescentes na rede. Veja as comunidades em que ele participa, os vídeos que ele põe em destaque, os jogos que ele brinca. É no computador que muitas vezes descobrimos virtudes e defeitos.  Conheça seu menino  e naquilo que é bom, incentive, motive. Naquilo que é ruim, oriente, converse, pois ele precisa do seu direcionamento. Não os deixe órfãos digitalmente. Esteja junto com ele não para vigiar, mas para participar do seu crescimento e mais uma vez: Brinque com seu filho, pois eles amam esse contato. Até mesmo os maiores. No meu site de atividades, tem vários joguinhos que podem ser feitos em família.

 

Faz mais de 10 anos que tenho tentado ensinar nossos meninos a navegarem num bom caminho, mas preciso dessa parceria com os pais, pois internet é uma ferramenta muito útil quando bem utilizada.

 

Como mencionei no início. Nesse mês de agosto trabalhamos sobre o uso responsável da internet. Os quadrinhos poderão ser conferidos nas imagens da semana 22 a 26 de 2010 da minha página de atividades – www.linolica.com.br/atividade.htm - clique no olho. Discuta com seus filhos sobre essa questão.  Logo abaixo  a história em quadrinhos, você verá um link para  baixar um material muito bom sobre o Guia para o Uso Responsável da Internet. Baixe esse material, leia e esteja mais capacitado para navegar com o seu filho, pois meu desejo é que todos os pais participem da vida virtual de seus meninos, pois eles necessitam que alguém que os ensine a navegar em águas puras.

Um grande abraço

 

Lina Linólica

08/2010


Índice Artigos                        Estante Virtual                    Página Inicial